Portal Manhuamirim

Polícia

01/11/2019

Operação Emboscada da Polícia Civil prende três pessoas em Manhumirim

MANHUMIRIM (MG) - Durante a manhã desta sexta-feira, 01/11, a Polícia Civil de Manhumirim prendeu três pessoas suspeitas de envolvimento no assassinato de Ruan de Paula Silva, 22 anos. O jovem foi assassinado a tiros no bairro Isidoro, em Manhumirim, no dia 22/10.

No dia do crime, Ruan saiu do albergue (local em que os presos do semiaberto passam a noite), por volta de 6 horas. Pouco depois, quando chegava à casa de familiares, foi assassinado, por um homem que chegou numa motocicleta e fez os disparos.

A operação Emboscada foi deflagrada logo no amanhecer desta sexta. De acordo com o Delegado de Polícia Civil de Manhumirim, Glaydson de Souza Ferreira, “desde o dia do crime tomamos as primeiras medidas investigativas e levantamento de imagens e depoimentos de testemunhas. Chegamos a indícios suficientes que apontam para o envolvimento de quatro pessoas. Identificamos três suspeitos e, com apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário da Comarca, conseguimos os mandados de prisão temporária de 30 dias para eles e de busca e apreensão para as casas deles. Durante o cumprimento, recolhemos um possível elemento de prova que seria a roupa utilizada por um dos envolvidos no dia dos fatos”.

Ele detalhou que o nome da operação é uma referência à forma que o homicídio foi praticado. “A Polícia Civil de Minas Gerais não vai tolerar os crimes de homicídio e nem outros que estejam sendo praticados. O mandante do crime utilizava o mesmo modo, ou seja, a mesma mecânica dos fatos a fim de executar suas vítimas”.

O delegado explicou que as três pessoas (dois homens – 29 e 30 anos - e uma mulher de 21 anos) foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil da cidade com materiais apreendidos nas casas. “A população de Manhumirim pode contar com a Polícia Civil. Todos os crimes, na medida do possível, terão resposta com o apoio dos demais órgãos da comarca. Contamos com a participação da população através de denúncias anônimas e com garantia do sigilo a fim de colaborar com as investigações que estamos realizando”.

Redação do Portal Manhumirim