Portal Manhuamirim

Polícia

28/01/2019

Estelionatários utilizam tragédia de Brumadinho para aplicar golpes e PM faz alerta

REDAÇÃO - Enquanto milhares de pessoas prestam solidariedade às vítimas da tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, outras aproveitam o momento para aplicar golpes. A Polícia Militar (PM) faz um alerta para a população. Não há, neste momento, nenhuma conta aberta para receber dinheiro para ajudar os atingidos. Por isso, caso receba alguma mensagem neste sentido, a corporação ressalta que é falsa.

“O mais importante é que as pessoas não confiem em muitas informações que estão sendo veiculadas em mídias sociais, como contas para depósitos. Mão existe esta situação. Importante, diante de qualquer dúvida, as pessoas devem entrar no site da Defesa Civil de Minas Gerais. Pois, se houve algo oficial neste sentido, lá será publicado. No restante, é um golpe sendo aplicado. Infelizmente, há pessoas que aproveitam dessas situações para angariar algum tipo de benefício”, explicou o major Flávio Santiago, porta-voz da PM.

Segundo o major, vários informações falsas estão sendo espalhadas pelas redes sociais. “As pessoas devem ficar atentas a questão do estelionato que vem ocorrendo pelos aproveitadores de plantão. Muitas imagens falsas, divulgação de contas correntes falsas, imagens contendo fotografias de instituição de renome, mas com sites 'fakes, estão sendo divulgados”, alertou o militar.

Doação não é necessária

As doações arrecadadas para os atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale, em Brumadinho, região metropolitana de Minas Gerais, são suficientes e não é mais necessário o envio de donativos. A informação foi confirmada por órgãos de segurança que atuam na cidade.

"O Governo de Minas através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil de Minas Gerais – Cedec/MG e o Servas (Serviço Voluntário de Assistência Social) agradece o empenho e a solidariedade do povo mineiro com os afetados pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho, e informa que os donativos arrecadados até o momento são suficientes, não sendo necessário o envio de mais materiais para o socorro humanitário", diz nota divulgada pela Defesa Civil do estado. Caso seja necessário, a campanha será retomada.

João Henrique do Vale - Portal Uai