Portal Manhuamirim

Política

25/01/2019

Prefeitos podem cortar convênios da Emater e PM se Estado não pagar

DURANDÉ (MG) - Mais uma vez os prefeitos das cidades da região se reuniram para discutir os problemas relacionados à flata de transferência de recursos pelo Governo de Minas. A dificuldade iniciada na Gestão de Fernando Pimentel já atravessa o início do Governo de Romeu Zema.

Em reunião na quarta-feira, 23/01, na Câmara da cidade de Durandé, prefeitos de onze municípios participaram das discussões. Já nesse início de ano, o novo governo não cumpriu o compromisso de regularizar os repasses de recursos do FUNDEB, IPVA, ICMS e outros.

O tema principal da reunião foi o Calendário Escolar que afeta diretamente os alunos das Redes Estadual e Municipal, pois sem o devido repasse, torna-se impossível iniciar as aulas conforme previsto para este ano, impossibilitando o transporte.

Os prefeitos presentes debateram também outros pontos, como os convênios com a Polícia Militar e com a EMATER, que são de responsabilidade do Governo Estadual, e os municípios é que pagam boa parte destes serviços. Mesmo sabendo da importância dos mesmos, foi sugerida a possibilidade da suspensão destes convênios, caso o Governo Mineiro não cumpra com suas obrigações aos municípios.

A técnica da Associação Mineira de Municípios (AMM), Angélica Ferreti, fez uma ampla abordagem sobre cada tipo de transferência e como elas estão sendo feitas ao longo dos anos, causando um transtorno gigantesco aos municípios, que tem na ponta os serviços diretos prestados a população.

Redação do Portal Caparaó - Fotos Wenderson Ambrósio e Prefeitura de Santana do Manhuaçu