Portal Manhuamirim

Cidades

10/08/2018

Cooperativa Aguapé recebe moção na Câmara

MANHUMIRIM (MG) - Por Assessoria de Comunicação — publicado 14/07/2018 16h20, última modificação 14/07/2018 16h18

História de luta, educação ambiental e reciclagem com geração de emprego foi lembrada

Cooperativa Aguapé recebe moção na Câmara

Integrantes da Cooperativa Aguapé foram á Câmara receber a moção de autoria dos vereadores Xandinho e João da Casa Franco.

Outra moção de autoria dos vereadores Xandinho e João da Casa Franco faz homenagem à Cooperativa Mista de Trabalho e Produção de Coleta Seletiva, Reaproveitamento e Reciclagem de Lixo, a Cooperativa Aguapé. Foi contada a história da cooperativa desde sua fundação, sua evolução ao longo de 10 anos de atividades, os prêmios recebidos e o trabalho importante pelo meio ambiente seja pela educação ambiental, seja reaproveitando materiais, evitando seu descarte na natureza, além de dar emprego e renda a muitas famílias. A população de Manhumirim tem colaborado e separado o lixo com destino à reciclagem. Desde 2007 a Aguapé opera na Usina de Triagem São Francisco de Assis. Foi lembrado o incêndio que aconteceu em 2009 e queimou 20 toneladas de recicláveis, dando enorme prejuízo.

Desde 2012 a cooperativa possui um galpão para recolher recicláveis e no mesmo ano conquistou o 1º Lugar no Prêmio Aliança de Empreendedorismo Social na categoria “Catador Empreendedor” em evento na cidade de São Paulo. Em 2012 Manhumirim foi finalista no 2º prêmio Cidade Pró-Catador e foram receber em solenidade em São Paulo.

A coleta seletiva atinge 10 dos 16 bairros da cidade com abrangência de cerca de 70 por cento dos domicílios urbanos e tem aumentado a coleta. Rosangela de Souza, a Tica, é a presidente. Uma das integrantes da cooperativa, Selma, falou na tribuna: “Agradeço a moção em nome e dos cooperados. Muito obrigado aos vereadores Xandinho e João”.

O vereador Xandinho elogiou a cooperativa e agradeceu aos catadores pela defesa ambiental que eles fazem no Município e recordou: “Conheço a fundo o histórico deles e sei da luta. Há muitos anos atrás, vendo de perto a situação dos catadores sem estrutura de trabalho, fico feliz porque o prefeito Ronaldo e o vice Tristão fizeram convênio na época, e os outros prefeitos seguintes continuaram. Isto é muito bom. Vamos lutar sim, por verbas e tudo que fizermos é pouco. Vocês representam Manhumirim muito bem.”