Portal Manhuamirim

Polícia

28/11/2017

Polícia Civil realiza reconstituição do assassinato de Dioney

MANHUMIRIM (MG) - A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Manhumirim, realizou na quinta-feira, 23/11, a reconstituição do assassinato do funcionário público Dioney Silveira Furtado. O suspeito do crime, Bruno Soares, foi preso na manhã do dia 17/11, em Ipanema.

Bruno foi preso em Ipanema durante o cumprimento de mandado de Prisão Temporária.

O corpo de Dioney do Rio Claro foi encontrado próximo a um bambuzal com sinal de ter sido agredido e o pescoço quebrado na entrada de uma fazenda na MG-111, no córrego Barra do Piraí, em Manhumirim, na segunda-feira, 07/08.

A última vez que ele havia sido visto foi saindo de um bar, no domingo, por volta de 20:30. Ele foi visto seguindo com o veículo sentido ao bairro Morada Nova e depois retornou ao trevo de Manhumirim e saiu no sentido Reduto pela MG-111.

Delegado Regional Dr. Carlos Roberto Souza

Na quinta-feira, foi realizada a reconstituição para termos informações de como tudo aconteceu. “A reconstituição foi necessária para entender como que sucedeu a morte do Dioney. O objetivo era esclarecer algumas dúvidas. Ficou identificado que o corpo foi arrastado, ou seja, houve uma intenção de ocultar o corpo. Isso ficou claro agora na reconstituição”, detalhou o Delegado Regional. Dr. Carlos Roberto.

A PC também apurou que Bruno foi até a casa da mãe dele com o carro e depois deixou o veículo na casa de um parente, pois faltou combustível.

A investigação continua sendo realizada. Ainda falta esclarecer alguns pontos, inclusive a motivação. “A reconstituição foi para identificar a dinâmica do crime, se foi um homicídio ou se a intenção dele foi matar para levar o carro. Isso ainda não iremos afirmar, já que a conclusão do inquérito será nos próximos dias”, detalhou.

Dra. Carina Trindade Dra. Lilia Silva

As advogadas Carina Trindade e Lilia Silva acompanharam a rescontituição e disseram ter ficado “bem claro que seu cliente não teve a intenção de matar, podendo ser de imediato observado o motivo de relevante valor moral, tendo seu cliente agido sob o domínio de violenta emoção, disseram ainda que o mesmo está colaborando com as investigações e que tudo será devidamente esclarecido durante a fase de instrução do processo”.

Dioney era servidor efetivo da Secretaria de Estado de Saúde e trabalhava na GRS (Gerência Regional de Saúde) de Manhumirim.

A picape roubada dele foi localizada abandonada na região do Córrego Alto Figueira, na zona rural de Pocrane, na manhã de quarta-feira, 09/08, dois dias depois da morte.

Carlos Henrique Cruz - Jailton Pereira - contato@portalcaparao.com.br