Portal Manhuamirim

Polícia

27/09/2017

Comerciante cai em golpe de 80 mil reais

Manhuaçu (MG) - Um comerciante de 59 anos teve prejuízo de mais de R$ 80 mil ao cair em um golpe relacionado à compra de cerveja abaixo do custo, na manhã desta terça-feira (26), na Avenida Francisco Bernardino, no Centro de Juiz de Fora.

Segundo informações da Polícia Militar, ele relatou ser dono de uma distribuidora de bebidas na cidade de Manhuaçu (MG) e contou ter sido procurado no último dia 21 por um homem, o qual lhe ofereceu uma suposta mercadoria apreendida pela Receita Federal, que iria a leilão pelo valor de R$ 84 mil. O golpista ainda acrescentou que tal carregamento de cerveja custaria em torno de R$ 100 mil junto ao fornecedor, e o negócio renderia um lucro em torno de R$ 150 mil.

O distribuidor se interessou pela oportunidade e, conforme combinado, a carga seria entregue nesta terça em Juiz de Fora. A vítima, junto com seu filho, marcou encontro por volta das 10h, ao lado da Receita Federal, na Avenida Rio Branco, no Bairro Manoel Honório, Zona Leste. Os estelionatários chegaram em um Volkswagen Fox cinza, com placa de Montes Claros (MG). Os dois aparentavam ter entre 50 e 60 anos. Eles orientaram os compradores a seguir em um caminhão até o galpão onde a mercadoria negociada estaria armazenada.

No trajeto, o grupo parou no estacionamento de um supermercado na Francisco Bernardino, onde o comerciante repassou os R$ 84 mil em dinheiro a um dos golpistas. O criminoso alegou que iria encontrar com uma pessoa para pegar a nota fiscal e entregar o material no suposto galpão. O comparsa embarcou no caminhão com a vítima, e o motorista seguiu em direção ao provável depósito. Quando trafegavam pela Avenida Getúlio Vargas, no entanto, o cúmplice desembarcou do veículo e saiu correndo pela Rua Halfeld. Desesperado, o comerciante correu atrás dele, mas o perdeu de vista em uma das galerias. Ao retornar, percebeu que o caminhão também havia desaparecido.

A vítima não soube precisar onde seria o galpão e nem os detalhes dos veículos envolvidos, mas destacou que o caminhoneiro não teria participação no crime. Após consultas, a PM identificou que um Fox com as mesmas características estaria em outra ocorrência de estelionato registrada em julho deste ano em Lajinha (MG). Apesar do rastreamento, nenhum suspeito foi encontrado. O caso seguiu para investigação na Polícia Civil.

Sandra Zanella / Tribuna de Minas