Portal Manhuamirim

Polícia

04/05/2017

Acusado de matar farmacêutica se apresenta e é preso pela Polícia Civil

MANHUAÇU (MG) - A Polícia Civil de Minas Gerais, nesta quinta-feira, 04/05, deu cumprimento ao mandado de Prisão Preventiva expedido pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Manhuaçu em desfavor de Albino Lino Vieira, que se apresentou espontaneamente. Ele é apontado como autor do homicídio qualificado que vitimou a farmacêutica Joana Soares Benfica.

O crime ocorreu em 02/01, na Rua Padre Fortunato de Carvalho, próximo ao estádio JK, em Manhuaçu. Joana trabalhava numa farmácia no bairro Petrina.

Segundo investigações da Polícia Civil, a vítima mantinha um relacionamento amoroso com o autor do crime, o qual era seu cunhado. O crime teria sido motivado por ciúmes.

A vítima foi encontrada no dia seguinte dos fatos na sua própria residência com várias lesões provocadas por instrumento pérfuro-cortante.

Albino Lino estava acompanhado de seus advogados e manifestou interesse de prestar seu depoimento em juízo. Ele foi encaminhado para o Presídio de Manhuaçu, onde se encontra à disposição da Justiça.

Nos dizeres da defesa, representada pelos advogados Glauco Murad Macedo e Bruna Henrique de Souza, Albino apresentou-se espontaneamente, pela segunda vez, demonstrando total interesse de responder à justiça e arcar com todas as consequências eventualmente a ele impostas.

Os advogados e os policiais já estavam ajustando o dia e termos de entrega há uma semana, e hoje, de forma livre, consciente e voluntária Albino apresentou-se à DEPOL de Manhuaçu.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br