Portal Manhuamirim

Meio Ambiente

28/08/2016

Ministro anuncia investimentos na região do Parque do Caparaó

DORES DO RIO PRETO (ES) - O governo federal apoiará a revitalização do rio Itapemirim e a gestão do Parque Nacional do Caparaó, entre o Espírito Santo e Minas Gerais. O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, sobrevoou a região nesta sexta-feira (26/08) e declarou que a medida é essencial para o desenvolvimento sustentável e o ecoturismo local. Sarney Filho realizou, ainda, palestra no Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) de Alegre (ES).

O ministro destacou o trabalho já em andamento no parque e reforçou o objetivo da ação. “Vamos retomar o respeito e a colaboração que o governo federal deve ter com esse parque tão emblemático e tão importante para a região”, afirmou. Sarney Filho explicou, também, que o plano de manejo da unidade está atualizado e prevê obras de infraestrutura capazes de aumentar a visitação. “Através dele, vamos fazer as parcerias”, acrescentou.

AVANÇO

De acordo com o ministro, a Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim passará por melhorias, a exemplo do programa de recuperação do rio São Francisco, lançado pelo governo federal no dia 9 de agosto. “A revitalização do rio Itapemirim é fundamental e está bastante avançada”, analisou Sarney Filho.

Além do ministro, a visita ao Parque Nacional do Caparaó contou com a participação do deputado federal Evair de Melo (PV), do vice-governador do Espírito Santo, César Colnago, dos secretários estaduais Aladim Cerqueira (Meio Ambiente) e José Sales Filho (Turismo), do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim, Paulo Breda, e do diretor do Parque Nacional do Caparaó, Anderson Nascimento. Os prefeitos de Dores do Rio Preto (ES), Ibitirama (ES) e Alto Caparaó (MG) também estiveram presentes.

ACADEMIA

Pela manhã, Sarney Filho proferiu palestra no Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) de Alegre (ES), para alunos dos cursos técnicos e especializações em gestão ambiental, agroecologia, agricultura sustentável, educação ambiental e sustentabilidade, entre outros. O reitor do IFES, Denio Rebello Arantes, entregou ao ministro um relatório que apresenta os projetos de pesquisas e extensão e cursos de pós-graduação realizados nos 22 campi espalhados por todo o estado.

Na ocasião, Sarney Filho destacou a importância de alinhar o conhecimento acadêmico às políticas públicas. “A preservação ambiental é uma questão que perpassa todos os setores sociais e não pode mais ser vista como entrave ao desenvolvimento. Muito pelo contrário, ela tem a enorme responsabilidade de viabilizar o futuro. O papel da Academia é primordial nesse trabalho, pois é aqui, no âmbito científico, que os problemas e as soluções se revelam”, afirmou o ministro.

Em seguida, o ministro conheceu o prédio do mestrado em agroecologia, recém-reformado, e o laboratório de biologia vegetal. Também visitou as obras de reforma do refeitório do IFES e de construção do Núcleo de Empresas Juniores. Por último, o ministro conheceu o Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia (o segundo do Brasil) e o Polo de Educação Ambiental do IFES - Campus de Alegre.

Assessoria de Comunicação Social Ministério do Meio Ambiente - Fotos José Carlos Lovantino / José Carlos Bezerra - contato@portalcaparao.com.br