Portal Manhuamirim

Agronégocios

26/07/2016

Oito renomados baristas estrangeiros conhecem os cafés de Alto Caparaó

ALTO CAPARAÓ (MG) - A Ally Coffee, trading do grupo Montesanto Tavares, ao lado da Atlântica Coffee, Cafebrás, InterBrasil Coffee, localizadas no Brasil, trouxe para Alto Caparaó oito renomados baristas internacionais, campeões e vice-campeões das duas principais competições mundiais do segmento, para uma viagem de uma semana a três regiões de cultivo de café no Brasil. Na excursão denominada “Viagem a Origem”, os profissionais chegaram a Alto Caparaó nesta terça e visitarão fazendas, plantações de café e, ainda, conhecerão os produtores locais durante dois dias de ações na região. Sempre tendo como um de seus focos de negócio a promoção do café brasileiro no exterior, esta é mais uma forma de a Ally divulgar o Brasil para o exterior como excelente produtor de cafés especiais.

“Queremos apresentar a esses conceituados baristas a qualidade do nosso grão e toda a cadeia produtiva do café brasileiro. Ao mesmo tempo, queremos que os produtores conheçam esses profissionais que promovem o grão especial em todo o mundo”, explica Bruno Tavares, CEO da Ally Coffee, empresa que atua como importadora e distribuidora de café no mercado americano e no europeu.

Os baristas, que são profissionais especializados na criação de bebidas a base de café de qualidade, terão uma agenda cheia no Brasil. A chegada foi em Vitória (ES), seguindo para Venda Nova do Imigrante. De lá, o grupo veio para o Alto Caparaó, em Minas Gerais, onde nesta terça-feira visitam a Cachoeira das Andorinhas e depois a fazenda do senhor Paulino. No programa, ainda irão até a "tronqueira", último ponto de acesso via carro do Pico da Bandeira à 1.970 metros de altitude. Irão fazer um café da tarde lá no alto. Nesta quarta-feira, o grupo visita o produtor Clayton Barrossa (foto acima) - fazenda Ninho da Águia (ganhador de vários concursos regionais e nacionais), ainda visitam o armazém da Interbrasil, onde haverá uma cupping session. O programa ainda tem a cafeteria Cacau Bandeira e o Restaurante Estância Gourmet.

Depois, na quinta-feira, os baristas conhecerão as fazendas Primavera, em Angelândia, e Matilde, em Capelinha, ambas do grupo Montesanto Tavares. O roteiro termina em Belo Horizonte, onde conhecerão a Wäls e a Academia do Café.

“Estamos muito felizes porque vamos trazer nomes de peso como Berg Wu, de Taiwan, Tetsu Kasuya, do Japão, Lemuel Butler e Andrea Allen, ambos dos Estados Unidos, todos ganhadores do Specialty Coffee Association of America, realizado em abril, em Atlanta, nos Estados Unidos, ou do World Barista Championship 2016, realizado em junho, em Dublin, na Irlanda. Esses baristas são considerados celebridades nesse meio especializado e os teremos aqui nessa viagem ao nosso país”, comemora Ricardo Pereira, Diretor de Cafés Especiais da Ally Coffee e idealizador da viagem.

Para animar a excursão, os campeões trabalharão em equipes em vários desafios informais em torrefação, fabricação de cerveja e preparação de café espresso. Também se encontrarão com baristas brasileiros em uma cervejaria artesanal em Belo Horizonte e prepararão suas bebidas no meio do campo de café para os funcionários da fazenda Primavera avaliarem, algo novo para eles.

Berg Wu, de Taiwan, Lemuel Butler e Andrea Allen, dos Estados Unidos, e Tetsu Kasuya, do Japão, são ganhadores de concursos realizados nos Estados Unidos e na Irlanda. Outros nomes que estarão presentes são: Todd Goldsworthy, James Tooill, Tony Querio e Kyle Belinger, todos dos Estados Unidos.

Os baristas que participaram da viagem são os dois primeiros classificados do Campeonato de Barista dos Estados Unidos, os dois primeiros classificados do Campeonato de Café Coado dos Estados Unidos, e os dois primeiros classificados do Campeonato de Torra dos Estados Unidos, além do Campeão Mundial de Barista e o campeão Mundial de Café Coado.

ALLY COFFE

A Ally atua como importadora e distribuidora de café no mercado americano e, agora, no europeu. Em janeiro de 2016, iniciou operação na Europa, abrindo escritório na Suíça. Já seu escritório principal de vendas está localizado na cidade de Plantation, no estado da Flórida, Estados Unidos, e a empresa ainda possui filiais em Los Angeles, na Califórnia (EUA), e em Greenville, na Carolina do Sul (EUA).

trading, ao lado da Atlântica Coffee, Cafebrás, InterBrasil Coffee, localizadas no Brasil, compõe o grupo Montesanto Tavares, que atua há 12 anos no mercado nacional e internacional, na produção, exportação, importação, transporte e armazenagem do grão.

O grupo conta com plantio de 3.200 hectares de café, distribuídos entre as cidades mineiras de Pirapora, Angelândia, Capelinha e Ninheira e no município baiano de Luís Eduardo Magalhães.

CAFÉS ESPECIAIS

Os cafés especiais têm ganhado força, uma vez que o consumidor tem procurado, cada vez mais, produtos diferenciados. De acordo com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), esse segmento representa, hoje, cerca de 12% do mercado internacional da bebida. Os atributos de qualidade consideram características físicas, como origens, variedades, cor e tamanho, e preocupações ambientais e sociais, como sistemas de produção e condições de trabalho da mão de obra cafeeira.

O valor de venda atual para alguns cafés diferenciados tem sobrepreço que varia entre 30% e 40% em relação ao cultivado de modo convencional, mas, em alguns casos, pode ultrapassar os 100%. Para ser considerado especial, numa escala de 0 a 100 pontos, o grão deve ter nota acima de 80.

Carlos Henrique Cruz - portalmanhumirim@gmail.com