Portal Manhuamirim

Agronégocios

14/07/2016

Inscrições abertas para Curso Técnico em Agronegócio em Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - Em apenas quatro dias de inscrições, 2.600 candidatos já se inscreveram e disputam as 1.500 vagas oferecidas na seleção para o Curso Técnico em Agronegócio da Rede e-Tec Brasil no SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). Este é o quarto processo seletivo para o curso e, desde que ele foi lançado, no final de 2014, a concorrência por vagas é cada vez maior. Há 50 vagas para o curso em Manhuaçu para pessoas da região.

As inscrições são feitas no site da rede (http://etec.senar.org.br/) e vão até o próximo dia 26. No ato, o candidato deve indicar o polo que pretende frequentar e onde também prestará o exame de seleção. As provas começaram a ser aplicadas nesta sexta-feira, 8, e como são feitas no computador e aplicadas individualmente, o interessado não deve deixar para se inscrever na última hora para não correr o risco de não conseguir mais horários disponíveis. As vagas para o exame são limitadas e variam de acordo com a infraestrutura de cada local.

Por isso, é importante que o candidato fique atento as regras do edital e ao dia e hora agendados. Os conteúdos cobrados nas provas são de Matemática, Português e Conhecimentos Gerais, além de uma Redação. Para se matricular no curso a exigência é ser aprovado nesta seleção e ter o Ensino Médio completo, pois o curso, que tem a parceria e certificação do Ministério da Educação (MEC), é de nível técnico na forma subsequente.

Conteúdo rico e alta qualidade

Ninguém melhor do que os alunos para explicar a grande aprovação do Curso Técnico em Agronegócio. O mineiro Everaldo Garcia Leite Júnior é capaz de apontar vários motivos. “O curso é bem rico de conteúdo. O material didático de alta qualidade. Os professores qualificados, explicam muito bem. A gente aprende mesmo. Todos são atenciosos e o SENAR é uma instituição de  grande prestígio e  experiência em educação rural”.

Nascido e criado em Manhuaçu, capital mineira do café de montanhas, Everaldo vem de uma família de produtores e sempre teve um grande amor pelo campo, mas também vocação para o Marketing. Acabou optando por cursar a faculdade nessa área. Porém, quando surgiu a oportunidade de fazer o Curso Técnico em Agronegócio, não pensou duas vezes. “Decidi juntar o útil ao agradável. Estou concluindo meu curso superior este mês e vou me especializar em marketing no agronegócio, uma área com enorme potencial. O curso técnico veio somar, o mercado hoje exige mais do que conhecimento do profissional, exige qualificação. Além disso, a comodidade do curso ser semipresencial ajudou, porque pude conciliar com o trabalho em uma empresa de alimentos e as aulas na faculdade”.

O Curso Técnico em Agronegócio do SENAR é totalmente gratuito e oitenta por cento de suas aulas são a distância. O restante do currículo é preenchido por aulas presenciais nos polos de apoio e visitas técnicas a propriedades e agroindústrias, onde o aluno aprende como funciona a teoria na prática.  “Nossa última visita técnica foi a uma propriedade que investe na olericultura hidropônica, cultiva alface na água – conta Everaldo. Foi muito bacana. Oitenta por cento da economia de Manhuaçu é baseada no café, então é interessante a gente conhecer projetos bem sucedidos com outras culturas”.

Everaldo acredita que a iniciativa do SENAR em levar para a região um curso de nível técnico na área do agronegócio, vai fortalecer a economia local e favorecer a geração de renda entre os pequenos produtores. “Nós estávamos muito necessitados de um curso como esse. Em Manhuaçu, oitenta por cento dos agricultores são familiares, muito carentes de informações técnicas, e agora eles têm acesso a esse conhecimento”.

No Polo de Manhuaçu, são 50 vagas. 

Carlos Henrique Cruz - com informações do Senar Minas